Contatos:

e-mail: nov.jesusnazareno@servidoras.org

Telefones: (11)5977-9932
                 (11)5977-3408

  • White Facebook Icon

"Sobre as Servidoras, o Senhor escreverá o nome de sua Mãe, porque sua missão na vida muda, radicalmente, ao consagrar-se a Ele totalmente".

5) Por ser um precioso retábulo:

Também temos escolhido a Cruz de Matará porque ela

é, propriamente falando, um precioso retábulo, onde se

encontram talhados os motivos centrais de nossa

espiritualidade.

 

6) Por ser uma das cruzes mais antigas (1594)

conservadas no território da nossa Pátria:

Recorda-nos os deveres com ela, que nos manda o

quarto mandamento e suas raízes cristãs. Pareceu ser

uma bela ideia que uma congregação religiosa fundada

na Argentina e por argentinos, levasse esse nome que

nos une com os primeiros habitantes deste continente.

7) Desde 1982 se encontra na capa do Missal em sua edição argentina.

8) Também é um formosíssimo exemplo de evangelização da cultura ou de inculturação do Evangelho:

Este que é o fim específico de nossos Institutos religiosos. Como demonstra o fato de ter sido talhada por um indígena que realizou uma verdadeira obra de arte. O mesmo nome assinala ao povoado onde se encontrava: Matará, é o nome da tribo dos indígenas mataráes da zona; Além do mais, esta cruz teve clara finalidade catequética.

9) Esta cruz é sinal eloquente da grandiosa tarefa realizada pela Igreja nestas terras:

De modo especial ao grande São Francisco Solano que foi missionário e converteu aos indígenas que eram reconhecidos pelo nome genérico de Matarás.

10)Por último, em Matará, nossa Congregação "Do Verbo Encarnado"  realizou sua primeira Missão Popular fora da Diocese de São Rafael, Argentina em 1985.

 

     Desta maneira, o ramo feminino de nossa Congregação, complementa com força o que se quer fazer ao por ao ramo masculino o nome do Verbo Encarnado, porque a Encarnação foi redentora e a Redenção só foi possível pela Encarnação. De tal modo que o Verbo se faz carne para poder ir à Cruz, e a Cruz é possível porque Cristo se encarnou.

     Portanto, a Cruz, onde estão o Senhor e a Virgem de Matará, constitui um fim que deverão esforçar-se para alcançar as que desejam levar esse nome, com a graça de Deus, fazendo o que se deve fazer. Projetar às novas gerações os expressos nesta Cruz deverá ser um renovado empenho de todos e cada um dos membros de nossa Família Religiosa através dos tempos, para que ressoe o Evangelho de Jesus Cristo em cada canto da Terra.

 

 

 

 

Por que as irmãs Servidoras quiseram se identificar com a Cruz de Matará:

1) Porque nela estão o Senhor e a Virgem:

Sobre o madeiro horizontal está a figura de Nosso Senhor Jesus Cristo em posição de crucifixão. Logo abaixo, no madeiro vertical, destaca-se uma brilhante figura feminina com coroa e aureola, levando em seu manto um cetro. Sem dúvida, trata-se da Virgem Maria, cuja presença ao pé da Cruz está sublinhada pelo evangelista e cuja missão de eternidade e reinado universal está indicada pela coroa e o cetro. O Senhor e a Virgem, pois, constituem o que deve ser nossa espiritualidade.

 

2) Porque o Senhor está ali crucificado:

E nós não queremos saber nada senão Jesus Cristo, e Jesus Cristo Crucificado (1Co 2,2), pelo qual o mundo está crucificado para mim como eu para o mundo (Gl 6,14).

 

3) Porque é uma Cruz e devemos viver como São Paulo:

Não pretendo, jamais, gloriar-me, a não ser na cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo (Gl 6,14). Cruz que nos prepara um peso eterno de glória incomensurável (2Co 4,17).

 

4) Porque ali ao pé da Cruz está a Primeira Servidora do Senhor:

Maria Santíssima. E isto deve recordar não somente o porquê, senão o lugar, a função e a missão das <<Servidoras>> a exemplo da Virgem e das outras mulheres:

  • Em primeiro lugar, a Santíssima Virgem, que ao considerar-se escrava, servidora, fez possível que o Verbo tomasse forma de servo (Fl 2,7) em suas entranhas puríssimas.

  • As que acompanhavam ao Senhor quando ia por cidades e aldeias, evangelizava e pregava o Reino de Deus. Acompanhavam-Lhe... algumas mulheres... Maria Madalena, Joana, mulher de Cuza, Susana e outras várias, que Lhe serviam... (Lc 8, 1-3)

  • As que estiveram junto à Cruz: havia ali muitas mulheres (...) entre as quais estavam... Junto à cruz de Jesus (Mt 27, 55-57; Jo 19,25) que lhe seguiam, serviam, haviam subido com Ele a Jerusalém, e contemplavam o sacrifício da cruz.

  • As primeiras em ir ao Domingo da Ressurreição ao Sepulcro: Passado o sábado, Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, e Salomé compraram aromas para ungir Jesus (Mc 16,1)

  • Desta forma, a Servidora por antonomásia segue servindo aos apóstolos de seu Filho através dos tempos, junto a outras mulheres, tal como ocorria na primeira Igreja: Todos eles perseveraram  unanimemente na oração, juntamente com as mulheres, entre elas Maria, mãe de Jesus, e os irmãos dele (At 1,14).